sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Qualidade... pela Metade - Falamos Todos a Mesma Língua?

Não percebo porque a mesma peça é tratada, na mesma empresa, por 5 designações diferentes: a oficial (a que está nas Instruções e nos Catálogos) e 4 gírias (aquelas a que o pessoal já está habituado, "sempre utilizamos estas designações", ...).

Não percebo porque o mesmo defeito é tratado, na mesma empresa, por 3 designações diferentes: a oficial e 2 gírias (OK, já sei que o pessoal está habituado, são muitos anos a utilizar as gírias entre os colegas, ...).

Penso que o Responsável pela Qualidade tem muito a contribuir quanto a isto, colocar ordem na casa, fazer com que todos falem a mesma língua (mas não falamos todos Português?!?).

Partilhar da mesma linguagem entre todos, utilizar designações únicas e inequívocas, é mais difícil do que parece. É um aspeto fundamental da comunicação numa empresa que, se negligenciado, pode dar origem a grandes confusões !!

Para pensar:
  • Porque não adotar a gíria e torná-la oficial, já que é mais difícil mudar os hábitos de muitos anos?
  • Porque não ouvir os colaboradores, se são eles que estão no terreno, têm um conhecimento profundo, proveniente desta experiência do dia-a-dia e vão determinar as gírias que serão utilizadas pela maioria?
  • Porque não incluir este tema nas formações e entrar em acordo, "afinal qual é a designação que todos vamos utilizar?"
  • Porque não utilizar imagens (as tais ajudas visuais), para clarificar as "armadilhas da linguagem"?

Qualidade deseja-se. Por inteiro.
I Love Mondays

2 comentários:

Claudia Viterbo disse...

Porque não descomplicar?

I Love Mondays disse...

Cláudia, concordo plenamente consigo. O melhor Sistema de Gestão da Qualidade é também o mais simples. A aposta deve ser bom senso e simplicidade!